Momento Transformacional há 100 anos = Einstein + Sobral (Ceará) + Teoria da Relatividade

“O problema concebido pela minha mente foi respondido pelo luminoso céu do Brasil” , escreveu ninguém menos que Albert Einstein. Ele se referia ao experimento conduzido por um grupo de astrônomos internacionais que, no município de Sobral, Ceará, conseguiu comprovar sua Teoria da Relatividade Geral às 8 horas, 58 minutos e 29 segundos da manhã do dia 29 de Maio de 1919.

Tal teoria superou os princípios da Física Newtoniana (a Teoria da Gravitação Universal do Sir Isaac Newton) que reinara durante quase dois séculos. O acontecimento teve como palco a praça central da pacata cidade, que fica a 253km da capital, Fortaleza.

Podemos dizer que Einstein foi um “Cientista Transformacional”, pois sua concepção mudou de forma definitiva o olhar e o desenvolvimento da compreensão sobre os fenômenos do nosso planeta.

Descrevo o experimento no Capítulo 4 do meu livro A NeoEmpresa publicado em 2012, quando provoquei algumas ideias sobre os NeoLíderes que as empresas necessitam e sobre a necessidade de criarmos novos conceitos para desenvolver o já desbotado Management tradicional:

A sua teoria previa que a luz sofreria desvios ao passar perto de corpos de grande massa. Para testar esse enunciado, os cientistas fotografaram estrelas próximas ao Sol durante um eclipse em dois locais da Terra onde o fenômeno fosse perfeitamente visível. As mesmas estrelas foram também fotografadas à noite para checar se a luz mudava de posição ao estar livre da influência do campo gravitacional do Sol.
Além de Sobral, o eclipse foi observado na Ilha Príncipe, possessão portuguesa na costa ocidental da África. Mas, ali o dia amanheceu chuvoso e das 16 chapas gravadas, apenas duas puderam ser aproveitadas. Já na cidade cearense, dos 16 registros, sete saíram impecáveis! Assim, a Teoria da Relatividade de Einstein foi provada em terras brasileiras!
O objetivo foi alcançado com o auxílio de um conjunto de instrumentos – a luneta astrográfica do observatório de Greenwich, a luneta de quatro polegadas do Padre Cortie e o celóstato da Royal Irish Society – desenvolvidos a partir da célebre luneta de Galileu.

Graças a essas ferramentas e ao espírito de questionamento dos cientistas, os cerca de 6 mil habitantes que viviam em Sobral na época  puderam testemunhar não apenas um fato histórico, mas um Momento Transformacional, em que teorias anteriores são rompidas e surge um novo Paradigma, de alto impacto.

Inclusive, a Teoria do Big Bang, o GPS e o Waze são alguns “filhotes” tangíveis desse momento mágico.

Estive em Sobral em 2011, pois não quis contar essa história no livro sem sentar naquela praça e respirar o ar dessa cidade. Momento inesquecível, emocionante e inspirador que agora compartilho com quem está lendo este post.

Dia 29, quarta-feira, um pouquinho antes das 9h da matina eleve seus pensamentos e celebre o momento com uma boa xícara de café ou chá. Tim-Tim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *